sábado, 7 de dezembro de 2013

SONETO DE CHICO MIGUEL - DISSECANDO O AMOR

*Francisco Miguel 
de Moura - Autor

O amor calado é do poeta o drama
Que produz arte, música e poesia.
O amor existe dentro da alegria,
E na tristeza é que o amor tem fama.

No amor nascente o nome ninguém chama
Do ser amado, quão tamanho o zelo!
O amor é olho, é boca, ouvido e pelo,
E pelos olhos tece a eterna flama.

Amor é tudo que, esperando, avança
Amor são dois, e é um - pra não perder-se:
Duas almas, dois corpos numa dança.

Amor se dá, que amor nunca reclama,
Não pensa em nada, amor é não saber-se...
Amor-amor é um bem que se derrama.


                                                                                        Teresina, Piauí, Brasil, 08-dez-2013
__________
*Francisco Miguel de Moura, poeta universal nos temas e na forma, reconhecido aqui e do outro lado do Atlântico.

2 comentários:

regina ragazzi disse...

Chico... eu amei, amei seu poema, o que não seria novidade né ja que admiro tudo que vc escreve.
Mas quer saber??? Amei, amei mais ainda esta foto lindaaaaaaa!!!!
Felicidades.

ANTONIO CARLOS FERNANDES DA SILVA disse...


Amigo Chico,"Dissecando o amor"

é um soneto lindo e límpido,
sereno, maduro, escorreito,
esculpido do mesmo jeito
do seu jeito de ser.

Este seu soneto, tão recente, tão moderno, nos remete à lírica amorosa do nosso famoso Camões, lá do Classicismo, século XVI.

Parabéns, grande poeta piauiense e brasileiro, por mais esta obra-prima que você acaba de legar
a todos nós, à humanidade. Forte abraço.

- Antônio Carlos Fernandes da Silva -

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...