sábado, 5 de fevereiro de 2011

AÑORANZA - O QUE É A SAUDADE

AÑORANZA
 
Autor: 
                        Francisco Miguel de Moura                         
Tradução ao espanhol: 
Divaneide Carvalho*


 Imposible saber lo que es añoranza...
 ¿Una  palabra? ¿El color de  una  tristeza?
 ¿O  una  felicidad sin certeza
 que en  nosotros  se instala como eternidad?


  Lo  que  pasó, pasó, ¿no  es  verdad?
  ¿O  nos  quedó  del  tiempo la  llama encendida?
  Saudade, ¿un no sé qué que trae levedad?
  ¿O  solamente un sueño, una vanidad?


  ¿Está  en  el cuerpo entero o  está en  el alma?
  ¿Y  si  está, por  qué  no nos  trae la calma?
  ¿Por  qué  nos  mata así, tan despacio?


  Añoranza, tu  pasado es  un presente,
  es  un dolor que, llegando de  repente,
                     hasta  parece  que  nunca  va  a  pasar.                    

             Divaneide Carvalho - Tradutora


O QUE É A SAUDADE
            
  Francisco Miguel de Moura
  Autor           

Impossível saber o que é a saudade...
Uma palavra?  A cor de uma tristeza?
Ou uma felicidade  sem certeza
que em nós se instala como eternidade?

O que passou, passou, não é verdade?
Ou nos ficou do tempo a chama acesa?
Saudade, um não-sei-quê que traz leveza?
Ou apenas enganos, leviandade?

Está no corpo inteiro ou está na alma?
E se está, por que não nos traz a calma?
Por que nos mata  assim, tão devagar?

Saudade, o teu passado é tão presente,
és uma dor que chega de  repente
e que parece  nunca vai passar.
   

_______________
1) - Francisco Miguel de Moura, poeta brasileiro, mora em Teresina Piauí. Este soneto já foi publicado em várias antologias no Brasil e  foi selecionado e publicado no
Suplemento “Das Letras das Artes”, do jornal “O Primeiro de Jeneiro”, Porto, Portugal.
2) - Divaneide Carvalho, poetisa (autora de dois livros), professora e tradutora, mora em Teresina, PI

3 comentários:

Iram M. disse...

A saudade, Miguel é também é o sentimento que mais aproxima as pessoas, pois é sentindo a saudade que descobrimos o quanto amamos a pessoa, o lugar ou a coisa que está nos causando essa dor no coração.

Lindo o seu post! Vc me surpreende, sempre.

Beijos

Antonio José Rodrigues disse...

Prefiro, Chico, divorciar-me da saudade a ficar remoendo o pretérito. Abraços

carmen silvia presotto disse...

É, o que é a saudade, "senão a dor que deveras sente ", uma dor partida, como canta teu poema... muito lindo e parabéns pela tradução... agora nos deve um antídoto para a melancolia.

Um abraço carinhoso.

Carmen.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...