domingo, 9 de agosto de 2009

NÃO ME NEGUES... - SONETO



Francisco Miguel de Moura*



Ai, não me negues teu olhar, senhora,
Não me negues ouvir-te, sei que falas,
Não me negues teu rosto quando calas,
Não me negues o dia, o tempo e a hora.

Não me escondas o vulto que conduzes
Tão bem de frente, de perfil, de costas.
Teu seio arfante, em busca do que gostas,
Faz-me lembrar mamãe, me acende luzes.

Não me negues!... Qualquer gesto me importa.
Sinto o sabor pular da tua língua...
Não me mostres teus lábios como porta,
Dispenso o beijo de que vivo à mingua.

Mas não me negues, flor, teu santo riso
Que abre à minha alma eterno paraíso.


_______________
*Francisco Miguel de Moura, poeta brasileiro, mora em Teresina, Piauí, e tem o seguinte e-mail: franciscomigueldemoura@superig.com.br

Um comentário:

Efigênia Coutinho disse...

"NÃO ME NEGUES... - SONETO"
SOBERBO SONETO LEIO SEU, COISA MAIS LINDA, FIQUEI APAIXONADA, DEIXO MEUS VERSOS E CONVITE PARA CONHECER MEU ESPAÇO,
EFIGENIA

SE....Efigenia Coutinho


Se pudesse deixaria
Essa lembrança a você,
Aceso no peito, arderia
Num constante crescer,
A chama da amizade,
E outros que vêm chegando
Do amor e da humildade
E o mais lindo gravando,
Para sempre a SAUDADE!

Se pudesse colheria
A fruta de todo ano,
Semente de ser humano,
Que de você brotaria,
Com falhas é bem verdade,
Pois essa é nossa bagagem,
A burilar realidades
Numa vinda, de passagem,
Em auspiciosa viagem!

Se do rio sua nascente,
Não é possível mudar,
Mas as curvas ,muita gente,
As consegue contornar,
Sem alterar o seu curso,
O rio segue a desaguar,
Assim é nosso percurso,
Vamos tentando aceitar,
Até a viagem acabar!

Se nas águas as energias,
Lá permanecem latentes,
Assim a vida da gente,
No mundo e cercanias!
Nunca deixar fenecer,
A vontade do querer!
Pedimos que o Céu nos ouça,
Queremos força no poder,
E o Poder em nossa força!

FELIZ 2009
New York

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...