terça-feira, 25 de dezembro de 2007

A PROFISSÃO DO RISO

Francisco Miguel de Moura*

Ria constante no seu dia-a-dia,
ria na rua só, ria na festa,
ria na dor, afaste o que não presta,
mesmo magoado, ria, ria, ria.

Ria em casa, ao espelho como um teste,
eis o melhor aprendizado da arte.
Ria de fora e ria quando é parte
da história, da anedota... Não conteste.

Ria quanto puder, de moço a velho,
de manhã ria pro sol... Ria pra lua
à noite, no jardim que Deus lhe deu.

Não se importe que digam o que quiser,
veja o mundo que é seu com mais prazer,
pois quem ri certamente vai pro céu.

_________________
*Francisco Miguel de Moura, poeta brasileiro, sites:
usinadeletras.com.br e franciscomigueldemoura.blogspot.com

Um comentário:

FRANKLIN MORAIS MOURA disse...

Gosto mais de ler contos, mas esta poesia fala muito comigo porque é assim que tenho encarado a vida nos últimos anos. Acredito que rir é o melhor remédio contra estress e outros males. Você tem o dom da palavra, da posia. Parabéns.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...